Flip 2030

Este post é para os já ansiosos por horas numa fila aguardando ingressos da Flip.

Considerando a antecedência com que as pessoas se programam para a Festchenha, a Flip deveria ser um daqueles eventos que estão sempre no ano seguinte; neste ano, aconteceria a Flip 2010.

Mas não.
A Flip 2009 vai do dia 1 ao 5 de julho.
(O que não impede que o natal esteja chegando.)

O conhecimento da data lhe permite também reservar com antecedência uma pousada, e privar de teto os relapsos como eu.

De toda forma – mesmo sem teto e provavelmente excluída da excursão -, assumo que há bons nomes confirmados.

Para não perder o assunto de outro post, me atenho hoje ao Carlos Fuentes.

Fuentes escreveu uma quantidade considerável de romances, peças e roteiros para cinema. Entre os quais, A Morte de Artemio Cruz (1962), Gringo Velho (1985), O Espelho Enterrado (1992), Diana o la Cazadora Solitaria (1996),e, o mais recente, La Voluntad y La Fortuna (2008).

Com 80 anos, é um senhor muito simpático, o que vocês podem conferir com os próprios olhos nesse vídeo aqui:

Entre as declarações, o escritor mexicano (que nasceu no Panamá) classifica escrever como um ato peligroso; e diz que, se alguém acredita que a literatura pode ser inofensiva, basta apresentar um livro ante uma ditadura totalitária, para certificar-se do quanto pode ser perigosa a literatura aos olhos de uma ditadura. Também fala da solidão e do silêncio necessários para escrever; da necessidade de um tempo e um espaço próprios, não tanto do escritor como da escritura.
E
paro por aqui, que – além de não ser partidária de sinopses, resumos ou releases – não se deve perder a oportunidade de ouvir o original em espanhol, tão bonito.


As outras partes da entrevista:
2.
3.

Anúncios